sexta-feira, 7 de junho de 2013

[Resenha] Madame Bovary

Olá!

Um dia eu estava passeando pelo centro da cidade quando vi uma feirinha de livros. Claro que não pude deixar de dar uma olhada e acabei comprando o livro Madame Bovary. Quem me conhece sabe que não sou uma pessoa que lê clássicos com frequência, mas fiquei com muita vontade de ler esse ainda mais depois de um professor falar que gosta desse livro. Então, aqui estou eu fazendo a resenha de um clássico. Por favor, não me batam por não fazer uma crítica profunda sobre a obra, ok?

Madame Bovary conta a história de Ema, uma mulher que mora com o pai em uma fazenda e, devido a um problema na perna do pai, ela acaba conhecendo Carlos Bovary, o médico da redondeza que é casado com uma viúva, mas não é feliz no casamento. Assim que conhece Ema, Carlos fica fascinado, mas é fiel a esposa.

Algum tempo depois sua esposa morre e depois de um período de luto ele começa a se relacionar com Ema e os dois acabam se casando. No início eles vão morar na casa de Bovary que passa o dia trabalhando enquanto Ema fica em casa cuidando de tudo e organizando do seu jeito. Mas ela não é completamente feliz, apesar de Carlos ser um marido super atencioso. Ela quer mais riqueza, uma vida melhor, e começa a pensar nisso após ir a uma festa de ricos com Carlos.

Eles se mudam para Yonville, um povoado distante que consiste basicamente de uma rua na qual tem o comércio. Ema arruma a casa do seu jeito arrumando espaço para as suas coisas, as de Carlos e a do bebê que ela está esperando. Mesmo nessa nova casa, Ema não deixa o seu desejo de aventura e de uma vida mais abastada passar. Ela sonha morar em Paris e viver como as personagens dos livros que ela tanto gosta. A partir dai acontecem várias coisas com Ema sempre guiada por seus caprichos burgueses.

Não gostei de Ema. Ela é uma mulher fútil que só pensa nela e deixa o marido e a filha de lado em busca das suas frivolidades. Fique realmente com raiva dela e pena de Carlos que realmente a amava e fazia tudo por ela, mesmo que ela não reconhecesse isso.

Além de Ema e Carlos, temos o pai de Ema, a mãe de Carlos, sr e sra Homais, sr L’Heureux, León, entre outros. O sr. Homais é o farmacêutico da cidade e sempre tem algo para criticar. Os diálogos dele são os mais chatos, pois ele começa a falar sobre o estudo de plantas na medicina, por exemplo, mas isso não tem nada a ver com a história. Acho que essas discussões poderiam ser cortadas. O sr L’Heureux é o comerciante e tem um papel fundamental no desenrolar da história. León é ajudante do escrevente e fica muito amigo da família.

A história é bem interessante, mas a escrita do autor não me deixou muito animada. Talvez seja porque eu não esteja acostumada a ler livros clássicos ou sei lá. Como já disse, as falas de Homais são longas e chatas. Ema é muito mimada e burguesinha. Durante todo o livro se queixa das mesmas coisas, mas só se enrola cada vez mais. Não gostei muito do final, acho que tinha que ter acontecido de outro jeito.

Se você gosta de clássicos, provavelmente vai gostar desse livro. Se você, como eu, não curte muito, talvez goste. Com certeza senti vários sentimentos pelo livro e me envolvi de tal forma que fiquei com raiva da Ema. rsrs

Informações sobre o livro:

- Título: Madame Bovary
- Escritor: Gustave Flaubert
- Editora: Abril
- Páginas: 261
- Ano: 1970
- Onde comprar: Saraiva, Livraria da Travessa, Submarino

2 comentários:

  1. Oi, tudo bom?
    Passando para deixar um comentário rsrs
    Amei teu blog , parabéns pelo sucesso .
    Continue assim !
    Beijos*-*
    Território das garotas
    http://territoriodascompradorasdelivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. ooi ooi,
    Primeira vez aqui no seu blog... e não sei como não descobri essa maravilha antes.
    Lindo demais aqui! In love!
    Seguindo já !

    Beijos!
    http://edaisouassimeponto.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar! Assim que possível, passarei em seu blog retribuindo.
Comentários ofensivos e anônimos são deletados. Caso você não possua um site e queira comentar, use o campo "Nome/URL" e coloque seu nome no campo correspondente, deixando o campo de URL em branco.
Para parcerias e assuntos que não sejam referentes ao post, entre em contato pelo formulário (clique na aba CONTATO ali em cima).

Poderá também gostar de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...